Observatório Social do Brasil - Pará de Minas

OSB LEVANTA OS QUATRO ANOS DE ATIVIDADES DA CÂMARA DE PARÁ DE MINAS

O Observatório Social de Pará de Minas (OSB) acaba de concluir o levantamento sobre as atividades desenvolvidas mais frequentemente pelos vereadores e os respectivos gastos na manutenção da Câmara Municipal, no período de janeiro de 2017 a setembro de 2020.

Segundo dados divulgados no Portal da Transparência, o custo total da Casa representou R$27 milhões (em números redondos). Considerando que a Câmara é composta por 17 vereadores, cada um representou gastos de R$1.588.589,32.

Com publicidade, nos últimos quatro anos, a Câmara investiu R$1.045.234,94 sendo que 2017 foi o exercício de maior gasto com mídia, num total de R$404.875,79. Já no setor de segurança, foram investidos R$562 mil (números redondos) no quadriênio.

Somando-se o subsídio mensal pago aos vereadores, o total chega a R$8.791.148,09. Já a verba indenizatória consumiu R$489.704,50 ao longo do mandato.

O Observatório Social também levantou o conteúdo dos projetos apresentados pelos vereadores. Homenagens e títulos representaram 56,48%. Nomeação de ruas, praças e outros: 21,18%. Datas, semanas comemorativas e afins: 7,64%. Revisão de salário dos vereadores e servidores: 4,7%. Títulos de utilidade pública: 2,36%. Outros: 7,64%.

Os projetos da categoria “outros” são os seguintes: mudanças no Regimento Interno, demarcação de vagas exclusivas para veículos do transporte escolar, regularização fundiária, redefinição da utilização do parque de exposições e identificação dos veículos oficiais para maior fiscalização.

Também se enquadram na categoria “outros”, os projetos que tratam da definição de prazo máximo para recuperação de vias públicas em caso de obras, proibição do uso de linha chilena/cerol, criação do programa Fila Zero (prioridade no atendimento aos portadores de câncer) e o acompanhamento em horário integral aos estudantes com dislexia.

Ainda fazem parte da lista “outros”, a regulamentação de placas informativas em todas as obras públicas, monitoramento de segurança nas dependências e proximidades das escolas, além da restrição de comercialização e uso dos fogos de artifício com estampido.

Acesse o relatório completo:

Observatório
SOCIAL DO BRASIL

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. A Rede OSB é formada por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.


Rua Rio Grande do Sul, Nº 280, Bairro São José, Pará de Minas
37 3237-9249